O Gato leu: Fangirl

Fangirl – Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Ano: 2014
Páginas: 421

Já tinha visto muita gente falando de Fangirl e apaixonada pelo livro, mas tinha receio de lê-lo.

Blog_GatoQueFlutua_Foto_Debb_Cabral

A capa é linda e sempre me vinha à mente que devia ser um romance água com açúcar, o que eu detesto. Mas como eu estou feliz de estar errada! <3

Fangirl conta uma história sobre relacionamentos, de todos os tipos, com os pais, com a irmã, com os amigos, com a professora, com um (possível) amor, com uma série de livros. Na trama não há nada de mirabolante, é uma história sobre a vida e sobre amadurecer sem perder a doçura.

Cath Avery, nossa personagem principal é apaixonada pela série de livros de Simon Snow (uma especie de Harry Potter fictício). Ela é tão fã que escreve uma fanfiction de sucesso entre os fãs da saga. Sua irmã gêmea Wren ajudava quando era mais nova, mas deixou o fandon de lado quando cresceu.

– E não tenho nada de esquisito em relação a Simon Snow – Cath disse. – Sou só uma fã bem comprometida com o fandon.

– Que droga é essa de “fandon”?

– Você não entenderia – Cath suspirou, desejando não ter usado essa palavra, sabendo que, se tentasse se explicar ainda mais, complicaria tudo mais ainda. Reagan não acreditaria – ou não compreenderia – que Cath não era apenas fã de Simon. Era uma das maiores fãs. Uma fã de primeira que tinha seus próprios fãs. (Pág. 47)

Agora, elas estão prestes a começar a faculdade e Wren não quer ser sua companheira de quarto, quer viver aventuras e não quer que elas sejam vistas como uma pessoa só. Porém, Cath é uma garota muito tímida que se vê sozinha e completamente fora da sua zona de conforto.

– Não – disse Cath -, é serio. Você é dona de si, não tem medo de nada. Eu tenho medo de tudo. E sou maluca. Talvez você ache que eu sou um pouco maluca, mas eu só deixo as pessoas verem a ponta do iceberg de maluquice. Por baixo dessa aparência de um pouco maluca e levemente retardada socialmente, eu sou um completo desastre. (Pág. 181)

Gemma T. Leslie lançará o último livro da série Simon Snow no final do ano e Cath tem que encerrar sua fanfiction até lá. Ela quer dar a Simon e Baz, seu companheiro de quarto na escola de Watford, o final que eles merecem. Mas será que ela conseguirá? A nova vida a assusta e ela sente que não está preparada para para abrir seu coração para novas pessoas e experiências.

E queria que aquele beijo tivesse sido o começo de alguma coisa. Não o fim. (Pág. 263)

Cath se vê em um confronto, ela deve abandonar o mundo que ajudou a construir com tanto carinho ou deve viver sua própria vida e escrever suas próprias historias?

Durante a trama conhecemos outros personagens, como Reagan, a colega de quarto durona de Cath; Levi, um garoto que Reagan faz com que seja presença constante no quarto delas; Nick, o colega de classe de Cath; e a professora Piper, da aula de escrita de ficção. Fora outros tantos como pai doce e problemático de Cath e Wren, e Courtney, a colega de quarto de Wren.

Li Fangirl com um sorriso no rosto o tempo todo. Muitos podem pensar que Cath é uma perdedora ou algo assim, mas não, ela é tão real, tão natural, que nos identificamos com ela em muitos aspectos. Sabemos que amadurecer é difícil…

Há trechos das histórias de Simon Snow no incio de cada capítulo, as aventuras da fantasia do personagem chegam até a se assemelhar as situações de confronto que Cath passa em sua vida. Quem cresceu junto do Harry Potter nos livros, sabe como é se apegar a uma história nesse nível.

Fangirl é um livro lindo, que eu vou levar para sempre comigo. Vale muito a pena ler. <3

8 comentários Adicione o seu
  1. Gente, tô lendo Fangirl e não consigo terminar porque tô achando booooooooooooooooring! Assim como o primeiro livro da Rainbow que tentei ler e até hoje não acabei, Eleanor & Park. O próximo livro dela que eu ler vou ler em inglês, pra ver se melhora um pouco. Porque tanta gente fala bem dos livros dela e eu não gosto de nenhum, deve ter algum problema nisso aí! hahahahaha
    Beijocas!

    1. Hahaha, vai do gosto mesmo. Eu sempre imaginei que ia achar super chato e cheio de amor amor amor e pouca trama. Ainda bem que me enganei! Pra mim o livro foi uma surpresa incrível!
      Mas eu te entendo, nem sempre o livro que agrada todo mundo, nos agrada! Mas segue em frente! Tem muuuitos outros livros só aguardando a leitura!

      Beijão!!!

    1. Esse livro foi uma maravilhosa surpresa! Fiquei muito feliz de estar equivocada, pois ele é muito bacana e vale muito a pena a leitura! Obrigada!

      Deixa o link do seu blog, pois eu cliquei nele mas não abriu 😧
      Quero dar uma passada lá!

      Beijão

Comente!