O Gato viu: Azul é a Cor Mais Quente

Depois da resenha da graphic novel, trago para vocês a resenha do filme Azul é a Cor Mais Quente.

azul-c3a9-a-cor-mais-quente

A obra sofreu algumas adaptações e foram adicionadas e subtraídas coisas, mas é um bom filme. Gostei muito dele.

Não tem como não deixar de se envolver pelo amor de Emma (Léa Seydoux) e Adele (Adèle Exarchopoulos). É, assim como é no livro, uma história de descoberta. Mostra que experiências devem ser vividas e devemos aprender com elas, pois isso mostrará quem somos.

tumblr_n3dlz3ohhu1qbwxizo1_500

A juventude de Adele é evidente e encantadora, isso faz com que Emma fixe seu olhar profundo naquela menina que não sabe muito bem que caminho está seguindo.

Azul é a Cor Mais Quente, do diretor Abdellatif Kechiche, ganhou a Palma de Ouro em Cannes (2013), recebeu críticas muito positivas e se tornou um símbolo na luta contra a homofobia.


azul-c3a9-a-cor-mais-quente-cena-5-thumb-800x450-82286
cena-de-azul-e-a-cor-mais-q

INTENSO

Sim, temos cenas de sexo beeem intensas no filme. Ele não é aquele romance gay de novela da Globo, com beijinho só no ultimo capítulo. Em Azul é a Cor Mais Quente vemos o cotidiano de um casal, como qualquer outro, que tem muito amor, insatisfação, brigas, perdas e saudades.

A vida é assim…

É uma história muito bonita. Como o filme é uma adaptação, eu digo: leiam o livro e vejam o filme!

Garanto que vale a pena. 🙂

7 comentários Adicione o seu
  1. Hmmmm, “cenas quentes”, quero ver esse filme AHSUAHSUH Na verdade já ouvi falar dele, mas sou muito de deixar as coisas pra depois e.e Enfim, gostei muito da sua crítica, principalmente essa parte: “Em Azul é a Cor Mais Quente vemos o cotidiano de um casal, como qualquer outro, que muito amor, insatisfação, brigas, perdas e saudades.

    A vida é assim…”

    Beijos! <3

  2. Eu amo esse filme! <3
    Esse é um dos poucos longas que consegue abordar bem o tema de relacionamento e que os personagens são reais. A cena da Adele comendo macarronada, ela come mesmo, sabe? Não é como muitos filmes que os personagens ficam fingindo estar jantando.
    O graphic novel é lindo também e realmente são diferentes.
    Beeijos
    Beatriz Baesso

    1. Você disse tudo!
      O filme é como uma vivência com elas. Quando ela fala que “podia passar o dia todo comendo”, eu achei a minha cara, hahaha.
      Amo os dois, livro e filme! São perfeitos! 💛💛💛
      Beijão!

Comente!