TAG: By the Book

Eu adoro responder TAGs e hoje trouxe uma chamada By the book, que vi pelo Instagram. A TAG é gringa e foi traduzida pela Tatiana Feltrin.

Vamos lá?

Detalhe da estante de livros-GatoQueFlutua-blog-Foto_Debb_Cabral.JPG

1. Qual livro está na sua cabeceira?

Atualmente são dois. Estou lendo Nossa Senhora do Nilo, de  Scholastique Mukasonga e O Demonologista, de  Andrew Pyper. 

2. Qual foi o último livro realmente bom que você leu?

Mr. Mercedes, de Stephen King foi um livro que eu devorei. Lia sem parar e recomendo a todos que desejam conhecer a escrita do King ou que sejam fãs de literatura policial.

3. Se você pudesse encontrar qualquer escritor(a), vivo(a) ou morto(a), quem seria? E o que gostaria de perguntar a ele(a)?

Acho que seria o próprio Stephen King ou a J.K. Rowling.

Para o King eu perguntaria sobre a rotina de escrita dele, como ele se organiza, como as ideias surgem… Pegaria muitas dicas. Para a J.K. eu só iria agradecer por todo o trabalho e esforço dela com Harry Potter, por não ter desistido das histórias do jovem bruxo que cresceu e amadureceu com toda uma geração ao lado dele, aprendendo com suas experiencias e aventuras.

4. Qual livro ficaríamos surpresos de encontrar na sua estante?

Talvez Simon vs. a Agenda Homo Sapiens, de Becky Albertalli. É um livro para o público jovem, mas que me cativou por trazer um temas como homossexualidade, bullying e amizade de uma maneira leve e bem humorada.

5. Como você organiza a sua biblioteca pessoal?

Atualmente é do jeito em que caiba o máximo possível, rs. Tem setores fixos: livros de fotografia e arte; livros não lidos; livros lidos e quadrinhos lidos.

6. Qual livro você “já deveria ter lido”?

São tantos… Mas para citar um, vou indicar O Poder da Espada, de Joe Abercrombie. Tenho o volume inicial da trilogia A Primeira Lei há pelo menos 4 anos. A capa da saga já até mudou e eu ainda nem peguei nele.

7. Um livro que desapontou, superestimado, nada bom. Um livro que todos dizem ser a sua cara, mas que não gostou. Último livro abandonado.

Eu não cheguei a abandonar, mas A Piada Mortal, de Alan Moore, foi uma grande decepção para mim. Como uma fã do Batman, esperava mais do livro, porém achei a história bem problemática.

8. Que tipos de histórias chamam a sua atenção? De quais tipo de histórias você mantém distância?

Adoro literatura policial, aventura, mistério, suspense, terror e ficção cientifica. Muita morte, sangue e personagens problemáticos! Fujo de histórias de amor.

9. Se você pudesse indicar um livro para o/a presidente, qual seria?

Os Excluídos, Yuyun Li. É um livro que se passa na China após a Revolução Cultural e que trata de politica, comunidade e da importância que uma vida pode ter nas das outras pessoas. Um governante devia ler histórias assim para ver com outros olhos o povo que ele representa.

10. Quais livros você pretende ler em breve?

Estão aguardando na fila: O Mágico de Oz, de Lyman Frank Baum; Cenas da Vida Amazônica, de José Veríssimo e O Exorcista, de William Peter Blatty.

Quem quiser responder, pode ficar a vontade! Me marca que eu vou querer ver!

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

TAG – Eu Nunca (Book TAG)

Já faz um tempo que não respondo nenhuma TAG aqui pelo blog, não é mesmo? Achei a TAG literária Eu Nunca bem bacana e decidi responder as dez perguntas que ela traz. Confiram!


01. “Eu nunca li isso”. Um livro que nunca leu, mas que aparentemente todo mundo já.

R: O Mágico de Oz. Esse livro eu já tenho aqui em casa e está na minha TBR, só esperando a hora dele.

02. “Eu nunca li algo tão maravilhoso”. O seu livro favorito.

R: É impossível escolher um só. Sério, eu não consigo ter nada favorito.

03. “Eu nunca imaginei que conseguiria terminar isso”. Um livro, ou uma série que você não curtiu, mas leu até o fim.

R: Tóquio Cidade Ocupada. Eu achei o livro bem confuso e quase larguei, mas como era o tipo de assunto que me interessava, insisti na leitura.

04. “Eu nunca vou terminar isso”. Um livro ou uma série que você abandonou.

R: O Beijo, Danielle Steel . Nesse momento tive certeza de que não sou uma pessoa de histórias de amor e que não tem paciência alguma para o eterno drama de “eu te amo, mas não podemos ficar juntos”.

05. “Eu nunca vou me arrepender de ter lido isso”. Um livro que você leu por recomendação de alguém e acabou gostando.

R: A cor que caiu do espaço. Recomendado pelos Nerds com Farinha, HQ-SSS na época. Foi nessa ocasião que conheci a escrita de H.P. Lovecraft e me apaixonei.

06. “Eu nunca faria isso”. Um personagem que tomou alguma decisão ou fez algo que você não concorda/faria.

R: Imp, de A Menina Submersa. Eu nunca pararia o carro para alguém na estrada no meio da madrugada, mesmo que fosse uma mulher sozinha e nua. Eu chamaria a polícia, a emergência e ia buscar ajuda na cidade mais próxima. Mas nunca pararia sozinha.

07. “Eu nunca quero admitir que li isso”. Um livro que você tem vergonha de ter lido ou de ler em locais públicos.

R: Crepúsculo. Eu li até o terceiro livro da saga (Eclipse) e parei por ai. Não é meu tipo de trama e eu não consegui me afeiçoar a nenhum dos personagens, na verdade eles me deram foi muita raiva com as suas atitudes.

08. “Eu nunca li algo tão fofo”. Um livro que tocou seu coração.

R: Mutts: Cães, Gatos e Outros Bichos. Eu amo as histórias dos Mutts, elas são doces e a arte é a coisa mais fofa do universo, bem como o “sotaque” do gato Mooch. Ao mesmo tempo, as tirinhas mostram as adversidades deles como uma metáfora da nossa vida.

09. “Eu nunca ri tanto”. Um livro que te fez rir alto.

R: Mutts: Cães, Gatos e Outros Bichos (de novo). Eu amo demais essas tirinhas, elas são como um abraço quando a vida está muito dura.

10. “Eu nunca teria sobrevivido minha infância sem ter lido esse livro”. Um livro favorito da sua infância.

R: A saga Harry Potter. Eu acho muita gente da minha idade dará essa resposta. J. K. Rowling carrega nas costas uma geração de leitores, que de tanto acompanhar as aventuras de Harry e seus amigos, acabaram incorporando a leitura como um hábito para a vida inteira.

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

Leituras de 2016 – Retrospectiva e metas alcançadas

Em janeiro deste ano eu postei um vídeo com várias metas que queria realizar. Algumas  eu não consegui, mas outras finalmente aconteceram. 2016 foi um ano estranho em muitos sentidos, inclusive no que diz respeito à leitura.

Leituras_2016_GatoQueFlutua_Foto_Debb_Cabral

Uma das minhas metas era cumprir a TAG – Melhores livros nacionais do ano, da Ju, do Nuvem Literária. Olhem só os desafios:

 O primeiro livro nacional que você leu esse ano.

Notícias do Planalto. Levei quase dois meses pra terminar de ler esse livro que é muito bom, porém é pesado demais para carregar, rs. É uma boa reflexão sobre o impeachment do Collor e a história politica do Brasil.

Um livro nacional com personagem forte.

Pretérito Mais Que Perfeito.O personagem principal desse livro é um banco de praça! Isso mesmo, ele mostra a cidade como agente que transforma e é transformada. Muito bom!

Um livro nacional que te emocionou e/ou fez chorar.

Dois Irmãos. Li esse livro em um dia, não conseguia parar de virar as páginas. A história é fascinante e a arte dos gêmeos Moon e Bá está fantástica. Em janeiro a Globo vai lançar uma série dessa história, fiquem de olho!

Um livro nacional intrigante.

Luz, o deus do horror. O Andrei Simões sabe contar uma história assustadora. O livro começa como uma homenagem ao terror clássico e depois envereda por caminhos perturbadores.

Um livro nacional de Ficção Científica.

A procura de vida inteligente. Não podia deixar de falar desse livro por aqui! Eu já recomendei pra tanta gente. O livro do Victor leva a gente numa viagem pela mente de um robô para nos fazer enxergar o que nos torna humanos. Fantástico!

Um livro nacional que deixou saudade.

Contos Fluminenses. Este ano voltei a ler Machado de Assis, algo que não fazia desde a adolescência. Este é um livro de contos, uma leitura rápida e tranquila. Recomendo!

Um livro nacional de poesia.

Este ano não li nenhum livro de poesia, inclusive não tenho nenhum livro novo desse tipo aqui em casa. Quando era adolescente, eu lia muita poesia, porém esse hábito se perdeu. Pra não dizer que não li nada, esses dias eu estava fazendo uma seleção do que eu iria desapegar e encontrei dois livros de poesia que amo muito: Receita de Poesia (Vinicius de Moraes) e Simplesmente Drummond (Carlos Drummond de Andrade), do projeto “Literatura em minha casa”, do Governo Federal. Deles eu não me desapego!

Um livro nacional com muita ação e/ou de tirar o fôlego.

Quissama – O Império dos capoeiras. Esse livro é fantástico! Se passa no Brasil imperial e conta a aventura do jovem escravo Vitorino Quissama que pede ajuda ao viajante inglês Daniel Woodruff para encontrar a sua mãe. Recomendo muito!

Um livro nacional infanto-juvenil/jovem-adulto.

Centelha – Herdeiros do Olimpo. Pra quem curte mitologia é perfeito. Um grupo de jovens se descobrem semi-deuses e devem embarcar em uma jornada de vida ou morte.

Um livro nacional de Fantasia.

Na Teia do Morcego. A fantasia é a história ou o traje do personagem? Neste livro são as duas coisas, uma vez que temos o Batman em São Paulo!

Um livro nacional que esteja lendo no momento.

Zoom. Acabei recentemente e é o inicio de uma trama que tem as abelhas no centro. Uma reflexão sobre politica, autoridade, liberdade e vida em sociedade. Em breve tem resenha.

Próximo livro nacional que vai ler.

Macunaíma. Amo demais o filme, mas nunca li todo o livro. Sempre que chega próximo do final, por algum motivo a leitura é interrompida, porém, em janeiro tenho um desafio de ler um clássico nacional e esse é o escolhido!

✚ NO MÍNIMO 40 LIVROS

Fora isso ainda tinha me prometido ler no mínimo 40 livros em 2016. Foi uma correria, ainda mais neste ultimo mês. Apesar de tudo, eu estou bem satisfeita. Li livros de gêneros que gosto de verdade, li mais quadrinhos, mais nacionais e livros acadêmicos também. Foram 26 estrangeiros e 15 nacionais!

  1. Guerra Civil
  2. Notícias do Planalto
  3. Hellraiser – Renascido do Inferno
  4. A vida como ela era
  5. O signo dos quatro
  6. Grandes Pecados da Imprensa
  7. As Aventuras de Luke Skywalker, Cavaleiro Jedi
  8. Psicose
  9. O Vermelho e o Negro
  10. Divertida Mente – A História do Filme em Quadrinhos
  11. Meu Refúgio
  12. Para Entender a TV Digital
  13. Quissama – O Império dos capoeiras
  14. A Procura de Vida Inteligente
  15. Demolidor – A Queda de Murdock
  16. Pretérito Mais Que Perfeito
  17. Dois Irmãos
  18. O Quarto Vermelho
  19. Batman ’66
  20. O Planeta dos Macacos
  21. O Bom Dinossauro – A História do Filme em Quadrinhos
  22. Contos Fluminenses
  23. Cemitério de Plástico
  24. O Massacre da Serra Elétrica [Arquivos Sangrentos]
  25. Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais
  26. O Espetacular Homem-Aranha – A Última Caçada de Kraven
  27. Na Teia do Morcego
  28. A Menina Submersa: Memórias
  29. Luz, O deus do horror
  30. O Livro de Ouro do Recruta Zero 4
  31. A Zona Morta
  32. Centelha – Herdeiros do Olimpo
  33. X-Men: Deus Ama, o Homem Mata
  34. O Livro de Ouro do Hagar, o Horrível 3
  35. Doutor Estranho – O Juramento
  36. Inferno
  37. Batman – O que aconteceu ao Cavaleiro das Trevas?
  38. A cor que caiu do espaço 
  39. Miguel e os Demônios 
  40. Zoom
  41. A vida privada das árvores 

✚ EM 2017

Eu pretendia aumentar mais cinco livros na meta de 2017, mas neste novo ano eu vou trabalhar muito e ficarei o dia todo ocupada, então meu tempo de leitura será reduzido. Como não vou poder ler mais, pretendo ler melhor e por isso vou cumprir doze desafios literários, mas isso é assunto pro próximo post… 🙃

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

TAG: 16 metas para 2016

Vi que a Alana do blog Através dos Espelhos  respondeu a TAG: 16 metas para 2016 e achei tão bacana que resolvi fazer também!

Muita gente faz metas para o ano novo, esse é um clichê que muitos abominam. Eu sou uma pessoa que adora listas e organização e acho muito importante se preparar e traçar objetivos. Isso ajuda a manter o foco nas prioridades.

Fiz um balanço das coisas que aconteceram em 2015 e que podem mudar ou melhorar em 2016 se eu me esforçar. Esse vídeo traz essas metas na forma de TAG.

Quero chegar ao final deste ano satisfeita com o meu trabalho. 🙂

Vem conferir o vídeo!

TAG: 15 coisas estranhas sobre mim

Ultima TAG de 2015! Mais umas curiosidades sobre mim que divido com vocês. Acho que essas TAGs são legais por isso, pra gente olhar pra dentro.

Deixamos de falar de marcas, produtos e coisas para falar sobre nós, sobre quem somos. Isso é muito bom.

Vem conferir a TAG: 15 coisas estranhas sobre mim!

PERGUNTAS:
1 – Qual apelido que apenas a sua família te chama?
2 – Qual hábito estranho você tem?
3 – Você tem alguma fobia estranha?
4 – Qual música você canta em voz alta?
5 – Qual mania dos outros que mais te irrita?
6 – Quando você está nervosa qual hábito você pratica?
7 – Qual lado da cama você dorme?
8 – Qual foi o seu primeiro bicho de pelúcia e qual era o nome dele?
9 – O que você sempre pede no Starbucks?
10 – Uma regra de beleza que você prega mas não pratica?
11 – Que lado você fica no chuveiro?
12 – Você tem alguma habilidade estranha com o seu corpo?
13 – Qual fast food você sempre come?
14 – Qual frase de exclamação que você sempre fala?
15 – Na hora de dormir o que você realmente veste?