O Gato foi: Exposição Alistamento, de Éder Oliveira

Há mais de 10 anos Éder Oliveira desenvolve trabalhos relacionando retratos e identidade, tendo como objeto principal o homem amazônico. Nascido em Timboteua, na região do Salgado paraense, Éder é formado em Educação Artística – Artes Plásticas, pela UFPA.

Ele é daltônico e utiliza isso em seu favor na hora de construir seus trabalhos. Pinceladas marcadas e cores fortes mostram esse seu olhar “diferente” sobre a realidade. Ele consegue, como poucos, chegar no tom de pele que mistura os traços do negro, do branco e do índio. O homem comum e anônimo é o objeto retratado. Às vezes uma cor se sobressai, mas nunca é algo feito à toa.

Aqui em Belém os trabalhos dele já são bem conhecidos, muros tem estampados rostos de homens da periferia da cidade. Homens que deixamos à margem das nossas vidas. Homens invisíveis.

Na 31ª Bienal de São Paulo, o mural dele com rostos de suspeitos de crimes, que foram tirados das páginas do jornais paraenses, mostrou o estigma do caboclo amazônico como o bandido. Um reflexão sobre a condição social desse individuo.11078255_445635108946876_2885289830346153209_nAgora, em Alistamento, Éder fez uma convocatória feita a jovens alistados nas Forças Armadas. Aqui novamente o cabloco amazônico é visto, porém do outro lado da história. Para a mostra, os participantes foram fotografados e entrevistados a respeito de temas como identidade, militarismo e violência, e suas respostas e histórias fizeram parte do processo de investigação e construção dos trabalhos expostos, entre óleos sobre tela, objetos, site-specific e videorretrato.

Com curadoria de Marta Mestre, o projeto foi contemplado pelo Ministério da Cultura e pel​o​ Edital Bolsa Funarte de Estímulo à Produção em Artes Visuais 2014, e conta com o apoio do Sesc Boulevard e da galeria Blau Projects.

É uma exposição incrivel e vale muito a pena conferir! Quem não for de Belém, pode acompanhar o trabalho dele pela fanpage.

SERVIÇO
ALISTAMENTO”​, ​​individual ​de Éder Oliveira​

Período: 29 de maio à 12 de julho
ter-sáb: 9h-19h | dom: 9h-13h

Local: Centro Cultural Sesc Boulevard – Boulevard Castilho França, 522/523, Campina, Belém – PA

​(91) 3224 5305 | 3224 5654

Entrada franca