Pomelo: um aplicativo de edição de fotos em nível profissional

A busca por um bom editor de fotos para o celular é uma constante para mim. Não sou muito chegada em colar figurinhas ou textos nas imagens, me preocupo mesmo é com a qualidade de saída da fotografia e a perda de características durante a edição. Em outras palavras, eu apenas quero melhorar o que a imagem já tem, sem transforma-la demais.

O VSCO Cam, queridinho de muita gente, não atendeu as minhas expectativas. Frustrada, encontrei o Pomelo enquanto baixava vários outros aplicativos pra testar e foi amor à primeira vista.

Sua interface é bem simples e lhe dá, logo na tela inicial, duas opções: Camera (câmera) e Library (galeria). Usando Camera, você pode fotografar pelo aplicativo usando os filtros na mesma hora e ainda escolhe o formato de imagem. Clicando em Library, ele abre as pastas de fotos da galeria para que você escolha qual deseja editar.

O Pomelo tem diversas opções de filtros gratuitos, salva as imagens em alta resolução e conta com botões de compartilhamento direto em redes sociais. Apesar de ser em inglês, ele é bem intuitivo. Uma vez escolhida a imagem, os filtros aparecem logo abaixo e caso você queira algum outro recurso, é só levantar a aba que está na parte de baixo. Tudo é resolvido na mesma tela.

Eu uso sempre dois tipos de edição nas minhas fotos, pois gosto de deixar o feed do Instagram bem clean e harmônico. Vejam abaixo como edito minhas fotos:

Na primeira montagem, temos exemplos de edição em preto e branco, com contraste e brilho bem marcados. Na segunda, a edição ressalta bem as cores da imagem e o contraste, além de não deixar muito amarelado,  algo que eu não gosto.

Com tantos filtros gratuitos disponíveis, as possibilidades de criação no Pomelo são inúmeras. Abaixo fiz uma seleção de outros filtros e edições para você testar também. Olha só!

Gratuito, o aplicativo Pomelo  está disponível para Android e iOS.

 Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

#DesafioPrimeira – um exercício de criatividade fotográfica

Já faz algum tempo que acompanho a Luh Testoni e seu blog, o Primeira à esquerda,  além de ser completamente apaixonada pelo #30daysoftoys, um projeto fotográfico dela com toy arts.

Ela também é criadora do #desafioprimeira, que é um exercício de criatividade no Instagram. A ideia é fazer uma foto por dia de um tema que foi previamente escolhido. Todo final de mês a Luh divulga, no perfil dela, a lista dos temas do mês seguinte. É interessante rastrear, a partir da hashtag, os diferentes tipos de fotos que podem surgir de um único tema.

Tem um post ensinando como participar, além do vídeo abaixo:

Apesar de ser fotógrafa, o Instagram era um rede que eu pouco usava e não tinha muita afinidade. Eu mais consumia do que produzia.

Sempre achei muito interessantes esse projetos fotográficos, mas nunca tinha participado de nenhum. Como saio pouco de casa, pensava que não conseguiria ter uma foto diferente todo dia. Achava que ficaria repetitiva.

Uma das minhas metas para 2016 é fotografar mais e por isso decidi participar do #desafioprimeira. Peguei o barco andando e comecei logo do dia 04, mas segui adiante. Minha casa se tornou meu cenário. Como cada dia tem um tema, eu começava a pensar com antecedência no que poderia servir e como fazer. Tem dias que são fáceis, mas tem outros em que tenho que pensar muito para realizar a foto.

Dá uma olhada no meu Instagram e nas fotos que já produzi!

Desafio primeira - Fotos - Debb Cabral
Temas: 12 – Fogo, 11 – Brincadeira, 10 – Começa com L, 09 – Da janela, 08 – Fotografando, 07 – Tema livre, 06 – Figurino de verão, 05 – Óculos e 04 – Pés.

O #desafioprimeira, me lembrou que a fotografia é um exercício do olhar. Não é um concurso de quem faz a foto mais bonita. É observar o mundo ao seu redor e extrair o melhor disso.

Viciei e não pretendo parar. Obrigada Luh pelo estímulo e quem venham muito mais fotografias!

Me segue no Instagram e vem participar você também!

Por que a internet se tornou tão atraente para os jovens?

Por: Dalissa Cabral

Assim como a humanidade, a internet está em constante evolução, aprimorando seus conhecimentos e repassando-os à frente. O aplicativo de música Spotify está para os jovens de hoje como o site My Space está para os jovens do começo dos anos 2000. Podemos perceber um tipo seleção natural no mundo digital, pois nele, são os mais carregados de novidades que sobrevivem.

beast man -teen titans go (1)

Dessa maneira, seguindo a evolução virtual percebemos a mudança de comportamento dos jovens. Mesmos cercados por várias redes sociais ainda há aquelas comunidades mais populares, e é a partir delas descobrimos como os jovens se projetam no mundo da internet.

O Twitter com os seus 144 caracteres é tido como a rede social para relatar acontecimentos da vida, revoltas críticas diante do vivido, e, principalmente, como o lugar para contar sobre os próprios infortúnios. Até o padre Fábio de Melo compartilha desse habito, basta acessar o seu perfil para ver o motivo que o torna famoso nessa rede.

Já o Facebook tornou-se atrativo entre os jovens, primeiramente por ser o estágio mais avançado do finado Orkut. Na rede social de Zuckerberg as pessoas têm maior espaço para falar de si mesma e das coisas que acham validas para serem compartilhadas, esse sem dúvida deve ser um dos maiores motivos – se não o maior – do sucesso dessa comunidade virtual. Os jovens sempre sentiram a necessidade de estar com os seus grupos de amigos, e o Facebook permite isso, nele os jovens compartilham vídeos, fotos, gifs e links de matérias que os interessam e que eles acreditam que irão interessar os seus amigos de rede.

beast man -teen titans go (3)

Ao mesmo tempo percebe-se nesse ato de compartilhar assuntos uma forma de se colocar, de se afirmar para os outros, assim os jovens mostram aquilo que eles são, os seus gostos, crenças e posições sociais, é por meio desses vários compartilhamentos que os jovens se apresentam, se definem diante da sociedade, numa espécie de cartão de visita na internet.

Por sua vez, o Instagram possui ferramentas mais limitadas, seus vídeos são menores e seu espaço para texto também. Dessa forma, o Instagram tornou-se um lugar no qual as pessoas se reportam por fotos, semeando a cultura do “selfie”. A rede ajudou a dá instantaneidade para a divulgação de momentos da vida. No exato momento em que a pessoa está vivenciando determinada situação podemos ver junto, através da fotos postada e nós já estamos “dando likes” nesta.

beast man -teen titans go (2)

O motivo pelo qual as redes sociais atraem os jovens é porque elas permitem que eles se mostrem, divulguem a si mesmos e seus pensamentos. Também é possível ver a forma como seus amigos e seguidores pensam, dando a internet um grau de interatividade enorme. Logo, os jovens podem se sentir protagonistas de suas próprias vidas, e vendo que suas ações ganham interesse e/ou apoio dos outros jovens, a necessidade de autoafirmação está no cerne dessa grande atração.

Perfis de gatos para seguir no Instagram

Não é de hoje que os gatos dominam a internet. De fotos deles, o Instagram está lotado.

Separei três perfis só deles que adoro seguir pra indicar pra vocês:

A impaciencia tem cara bem conhecida. Grumpy Cat, o gato mal-humorado, é, na verdade, muito engraçado. Virou meme e celebridade. Seu nome verdadeiro é Tard e ele mora no Arizona (EUA), e apesar da cara, é bem feliz e danado. O gatinho faz publicidade e tem até loja virtual com seus produtos!

O Chicoé a celebridade felina brasileira. Paulista, foi abandonado e encontrado na rua, todo sujo e machucado. Ele foi cuidado e amado, porém, numa crise de identidade ele “decidiu” que, como tinha sete vidas. era melhor se renovar a cada dia. Constituiu família, lançou livro, faz publicidade e espalha bom humor na internet.

O perfil é um spinoff do blog Tudo Orna, ele era uma hashtag que reunia todas as fotos, mas que, finalmente, ganhou um perfil próprio. O Jon Snow tem 1 ano e foi adotado com 3 meses de vida. Ele é muito fofo mesmo, ligado nas tendências da moda, é bem danado e manhoso também. Sabe posar e parece que fica bem em todas as fotos!

Espero que tenham gostado! 😀

A Florigrafia no Instagram

Já faz algum tempo que acompanho o trabalho da paraense Natália Viana, desde a marca de roupas Quiquiriqui, que era um sonho, cheia de delicadeza. A novidade que venho apresentar pra vocês é um projeto no Instagram que ela tem com a amiga ilustradora Rafaela Melo, chamado “A Florigrafia“.

Um misto de fotografia, ilustração, cores e flores. É o casamento perfeito!

Vejam só!1 3 7 aflor2_zps92159d17

Não deixem de seguir! @aflorigrafia