É bonita, mas é vadia. Oi???

Eu curto muitas páginas nerds no Facebook, e com isso, vejo muitos comentários e posts que considero ofensivos.

Recentemente li uma postagem de “humor” na qual o personagem Loki (irmão do Thor) chamava a Viuva Negra de vadia por ela ter se envolvido com mais de um dos Vingadores. Vendo a reação indignada das meninas nos comentários, me lembrei logo da “piada” do Jeremy Renner (Gavião Arqueiro) e do Chris Evans (Capitão América), que chamaram a Viúva Negra de “piranha” e “puta” quando falavam sobre o romance da personagem com o Bruce Banner.

Totalmente sem graça e ofensivo.

herois-marvel-anos-90-viuva-negra-hoje

Tais atores, tais fãs. Por mais que as mulheres tenham conquistado cada vez mais espaço dentro do cenário da cultura pop, elas ainda ouvem muito esse tipo de “piadinha”. Ninguém julga a promiscuidade do Tony Stark. Por que ele é gênio, bilionário, playboy, filantropo? Não. Porque ele é homem e então ele pode.

O Pablo Peixoto do canal Quatro Coisas fez um vídeo muito bacana sobre esse machismo nerd. Ele cita até o grande educador Paulo Freire ao refletir que o oprimido muitas vezes vai refletir o comportamento do opressor quando tem oportunidade, pois esse é o único tipo de comportamento que ele passa a ver como certo.

Veja o vídeo pra saber mais.

A questão é: ninguém tem nada a ver com a vida da Viúva Negra ou de qualquer outra mulher. Se ela quiser pegar todos os Vingadores ela pode, é o corpo dela, é a vida dela.

Parece tão simples, mas as pessoas nunca entendem. Uma pessoa é livre para tomar suas próprias decisões e não cabe a ninguém julgar. Só que nós mulheres ainda sofremos muito com esses preconceitos embalados com piadinhas e memes.

É preciso levantar a cabeça e dizer chega!

É preciso respeito e igualdade, como diz o feminismo.

É preciso liberdade para ser você.

viuva negra e hulk brinde

 

Ao menor sinal, caia fora!

Esse post é para qualquer um. Para moças e rapazes que se encontram nesse dilema.

A história é a mesma: rapaz está de coração partido e você é a “ombro amiga” dele.

Você pensa:

Queria que alguém me amasse assim…

…como ele…

queria que ele me amasse…

assim.

Para! Caia fora! Falo por experiência de vida. Ex-namorado, ex-ficante, um amigo, um colega da escola… Já passei por isso e você também já deve ter passado. Você só quer ajudar, mas depois se vê envolvida em um problema que não é seu.

Às vezes já temos um sentimento anterior pela pessoa e acabamos achando que aquele é o momento para a aproximação efetiva. Mas como uma relação pode dar certo se ele te vê só como uma boa ouvinte para os problemas daquela fase difícil?

star-wars-luke-leia-kiss

Se você quer só ajudar, tudo bem, mas não espere ou tente mais que isso. Eu sei que você deve ser melhor partido, afinal ele e ela terminaram e voltaram várias vezes, ela vive decepcionando o rapaz, ele sempre chora por ela pois não consegue deixar de amar aquela criatura. Mas não entre em uma história da qual você claramente não faz parte do par romântico. Vá viver outras aventuras!

Se vocês ficaram, você pode achar que está tudo lindo, mas não é bem assim. Não estou defendendo o cara (ou a garota), só estou dizendo pra não jogar suas expectativas em cima da pessoa. Deixe a bad passar.

Você será um charminho, um ciúmes, uma distração, um acalanto para o coração partido. Mas com certeza não será a cura. A cura é só o tempo, a reflexão e a aprendizagem que eles proporcionam.

Todos sabemos disso.

Deixe a pessoa passar por essa fase. Depois disso pode tentar algo, pois ai será uma escolha mais sábia e clara, Padawan.

yoda e luke dagobah

 

OBS: Esse post é beeem diferente de tudo que eu costumo postar aqui, não é? Mas tenho refletido comigo mesma que esse é um espaço pessoal, de trocas de experiências e posts mais despretensiosos. Espero que tenham gostado, pois vem mais por ai! 🙂

Conheça o Movimento "Compro de Quem Faz"

Esse post é delicinha de fazer. <3

Acho que essa é uma excelente temática. Sempre gostei de fazer algo com as minhas próprias mãos, já fiz bijuterias, aprendi a fazer umas aplicações de miçangas em tecido, reciclagem, crochê e, como vocês sabem, mais recentemente, a costurar.

imagesO artesanato pode parecer somente um passatempo (e pra quem faz de coração é algo assim mesmo), mas criar algo artesanalmente dá muito trabalho. Por isso sempre valorizei muito quem trabalha e ganha a vida através dele.

Antes de criar a Meow Store e, estar do outro lado da situação, eu já apreciava o trabalho artesanal. Comprava (e ainda compro) produtos de são feitos por amigas (os), primas e outros pequenos empreendedores locais. O que compro é um produto exclusivo e que foi cuidado em cada etapa da sua confecção.

Por isso, convido vocês a conhecerem o Movimento “Compro de Quem Faz”!

compro_de_quem_faz_e81Um movimento a favor de artesãos e artistas criativos e independentes.
Um movimento para incentivar o sustentável e o local, por meio do apoio às pessoas que amam o que fazem

Veja o Manifesto:

Compro-de-Quem-Faz-Manifesto

Isso é consumo consciente. Participe e apoie! 🙂

O Gato leu: Um Amor, Um Café & Nova York 2

Um Amor, Um Café & Nova York 2 – Augusto Alvarenga
Editora: D’Plácido
Ano: 2014
Páginas: 191
Compre: Amazon

Hoje trago para vocês a resenha da sequência de Um Amor, Um Café & Nova York, do autor nacional Augusto Alvarenga.

Blog_GatoQueFlutua_Foto_Debb_Cabral

Na trama, dois anos se passaram desde que Camila saiu do Brasil para viver em Nova York e fazer seu sonho de ser cantora se tornar realidade. Com a companhia dos seus melhores amigos e o apoio dos que ficaram em casa, ela conseguiu. Camila agora é uma estrela em ascenção.

Desde a sua partida ela nunca mais tinha retornado ao Brasil. As coisas não ficaram bem resolvidas com Guilherme, seu então namorado, e ela queria permanecer longe dos confrontos e problemas. Mas seus pais e amigos a convencem a voltar para casa, e Camila se vê encurralada por lembranças do passado e o medo do futuro, sendo obrigada a enfrentar seus sentimentos adormecidos sem transparecer isso para as câmeras.

Será que Camila está preparada para as consequências de viver seu sonho?

Momentos em que você pensa que a sua vida está no ápice… Mas eu aprendi algo com isso tudo: assim como o mundo dá voltas. você pode ir do topo para a base em um piscar de olhos. (Pág. 07)

Gente, eu tenho muito o que elogiar Um Amor, Um Café & Nova York 2, muito mesmo. Eu me envolvi tanto com a história.

Sou sincera, o primeiro livro não é muito o meu estilo, pois ele é mais focado no romance entre a Camila e o Gui, mas o segundo é uma obra maravilhosa. Vemos a Camilla mais madura, lidando com as suas escolhas, trabalhando como uma profissional e sem perder a sua personalidade.

Tenho medo que você se esqueça de onde você veio, das pessoas que te amam, de como você chegou aqui. Por favor, não esqueça. (Pág. 33)

Dá pra perceber na primeira página a evolução do Augusto como escritor e do ritmo da história que ficou melhor. Me surpreendi e fiquei sem fôlego. A Camila cresceu e viu que o mundo é mais do que aquilo que ela estava acostumada, ela evoluiu. A protagonista deixou de ser aquela menina que endeusava o Guilherme e percebeu que a felicidade só depende dela própria.

Acho que a melhor parte de toda a história, pra mim, é a presença da Marina e do Pedro, melhores amigos da Camila. Eles dão bons conselhos e boas risadas também. Ainda há tramas paralelas envolvendo os coadjuvantes. Penso que seria bom se todos pudessem ter bons amigos como a Camila tem.

– Agora eu acordei, Marina. Cansei do Guilherme. Cansei de vez. Eu não consigo amar assim. Vou me dedicar à minha vida sozinha agora. É o que ele fez, não é? Ele não parece estar mal, então… Não serei eu que vai ficar mal. Vamos pra rua amanhã. Vamos ver o movimento. (Pág. 71)

A edição de Um Amor, Um Café & Nova York 2 está belíssima, até melhor que a do primeiro que já era linda. <3

Fiquei louca pra ler o terceiro livro e ver como a história vai se encerrar! Dá pra comprar online🙂

10959417_1600288196852449_8574373770797165743_n

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

O Gato faz: Bolo de um ovo no microondas

Ontem acabou o gás daqui de casa e, em pleno domingo, não tinha como comprar outro. Eu queria fazer um bolo pro lanche da tarde e pra piorar a situação só tinha um ovo na geladeira e zero vontade de sair pra comprar mais.

Blog_GatoQueFlutua_Foto_Debb_Cabral

Pesquisei algumas receitas na internet, juntei todas e adaptei à “minha realidade”. Deu certo!

Vamos lá:

INGREDIENTES

  • 01 ovo
  • 01 xícara de leite
  • 01 xícara de açúcar
  • 1/2 xícara de margarina
  • 01 e 1/2 xícara de farinha de trigo

MODO DE PREPARO

Bata primeiro o açúcar e a margarina até misturar tudo. Adicione o ovo e misture. Depois vá adicionando o leite e a farinha de trigo aos poucos. Misture bem. Coloque em um refratário próprio para microondas untado e leve ao microondas por 06 minutos. Espete com um palito de dente, se sair limpo já está pronto, se sair melecado deixe por mais dois minutos.

PRONTO!

Eu fiz em 08 minutos totais no microondas em potencia máxima. Em 06 ele já estava firme, mas eu preferi deixar mais um pouco. O bolo fica branquinho, nada do dourado característico dos bolos assados no forno, mas fica muito macio e gostoso. Parece um pão de ló, com uma massa muito leve e fofa mesmo!

É bacana pra fazer quando estamos com pressa ou temos uma visita inesperada em casa. Fica pronto muito rápido e nem dá trabalho. Vou testar com coco e com chocolate e volto depois pra dizer como ficou.

Espero que gostem! 🙂