J.K. Rowling publica conto inédito sobre Harry Potter

Três anos após a estreia do último filme da série, a autora J.K. Rowling publicou novo conto sobre Harry Potter. Na história ele reaparece com 34 anos e o trio se reencontra na Copa de Quadribol!

A autora publicou o conto em seu site, o Pottermore. Ela se coloca na pele da jornalista Rita Skeeter para relatar a reunião de ex-alunos de Hogwarts.

Para os fãs de Harry Potter, muitos que assim como eu são de uma geração que foi fortemente influenciada pelas aventuras do jovem bruxo, ler o que J.K. Rowling publicou é como um doce reencontro, com aquela pessoa que não vemos há muito tempo e, então,  matamos a saudade… <3

Confira o texto traduzido:

ARMADA DE DUMBLEDORE SE REÚNE PARA A FINAL DA COPA MUNDIAL DE QUADRIBOL

Pela correspondente de fofoca do Profeta Diário, Rita Skeeter

Há celebridades – e depois há celebridades. Temos visto muitos rostos famosos enfeitarem as arquibancadas aqui no Deserto da Patagônia – Ministros e Presidentes, Celestina Warbeck, uma controversa banda bruxa de americanos chamada The Bent-Winged Snitches – todos tem causado rajadas e agitação, com os membros da multidão lutando por autógrafos e até lançando feitiços de pontes para alcançar os camarotes acima das cabeças da multidão.

Mas quando a notícia varreu pelo acampamento e estádio que um certo grupo de bruxos infames (não mais adolescentes com caras frescas que estavam em seu auge, mas, no entanto, reconhecíveis) a emoção foi além de qualquer coisa já vista. Enquanto a multidão corria, tendas foram destruídas e crianças pequenas foram achatadas. Fãs de todos os cantos do mundo invadiram a área onde havia rumores que a Armada de Dumbledore tinha sido vista, desesperados, acima de tudo, para ter um vislumbre do homem que ainda chamam de O Eleito.

Foram dados à família Potter e ao resto da armada um alojamento na seção VIP do campo, que é protegida por pesados feitiços e bruxos de segurança. A presença deles tem mantido enormes multidões ao redor da área isolada, tudo na expectativa de um vislumbre dos seus heróis. As 15hs de hoje eles conseguiram o que queriam, quando, acompanhados por gritos, Potter levou seus filhos James e Albus para visitar o lugar dos jogadores, onde foram apresentados ao búlgaro Victor Krum.

Prestes a completar 34 anos, existe um par de fios brancos na cabeça do Auror, mas ele continua a usar os distintivos óculos redondos que alguns podem dizer que são mais adequadas para um garoto deficiente de 12 anos de idade. A famosa cicatriz de raio tem companhia: Potter tem um corte feio sob sua bochecha direita. Os pedidos de informações sobre a proveniência deste produziram a resposta habitual do Ministério da Magia: “Nós não comentamos sobre o último trabalho secreto do Departamento dos Aurores, como já lhe disse nada menos que 514 vezes, Srta. Skeeter”. Então o que eles estão escondendo? Seria o Eleito envolvido em mistérios frescos que um dia explodirão acima de nós, nos afundando em uma nova era de terror e caos?

Ou será que sua lesão teve uma origem mais humilde, que Potter está desesperado para esconder? Teria sua esposa, talvez, o amaldiçoado? Estão começando a aparecer quebras na união que os Potter fazem parecer tão feliz? Devemos interpretar alguma coisa do fato que sua esposa Ginevra estava perfeitamente feliz em deixar o esposo e os filhos para trás em Londres para a cobertura do torneio? O júri está fora do fato dela ter ou não talento e experiência para ser enviada a Copa Mundial de Quadribol (o júri está de volta – não!), mas vamos enfrenta-lo, quando seu sobrenome é Potter, portas abertas, os organismos desportivos internacionais se curvam, e os editores do Profeta Diário dão suas atribuições.

Como seus fãs devotos e seguidores vão se lembrar, Potter e Krum disputaram entre si no controverso Torneio Tribuxo, mas, aparentemente, não há ressentimentos, já que eles abraçaram após a reunião (o que realmente aconteceu naquele labirinto? Especulações são reprimidas pelo calor da saudação). Depois de meia hora de bate-papo, Potter e seus filhos voltaram para o acampamento onde eles socializaram com a Armada de Dumbledore até altas horas.

Nas tendas mais próximas, estão os dois colaboradores mais próximos de Potter, aqueles que sabem tudo sobre ele, e no entanto, sempre se recusam em falar com a imprensa. Eles estão com medo dele, ou são seus próprios segredos que têm medo de vazar, maculando o mito da derrota daquele que não pode ser nomeado? Agora casados, Ronald Weasley e Hermione Granger estavam com Potter em quase todos os passos de seu caminho. Como o resto da Armada de Dumbledore, eles lutaram na Batalha de Hogwarts e sem dúvidas merecem os aplausos e prêmios pela bravura acumulada sobre eles por um mundo bruxo grato.

No rescaldo da Batalha, Weasley, cujo cabelo ruivo parece estar diluindo um pouco, passou a trabalhar com Potter no Ministério da Magia, mas largou dois anos depois para gerenciar o famoso empório de piadas bruxas “Gemialidades Weasley”. Foi ele, que declarou na época que “estou encantado em ajudar meu irmão Jorge com o negócio que sempre amei”? Ou ele ficou cheio de estar na sombra de Potter? O trabalho no Departamento de Aurores teria sido demais para o homem que admitiu que a destruição das horcruxes d’Aquele que não deve ser nomeado “teve seus efeitos” sobre ele? Ele não mostra sinais óbvios para uma doença mental analisados por distância, mas o público não é permitido chegar perto o suficiente para fazer uma avaliação adequada. Seria isso suspeito?

Hermione Granger, claro, sempre foi a femme fatale do grupo. Os relatos da imprensa da época revelaram que quando adolescente, ela “brincou com afeto” com Potter antes de ser seduzida pelo musculoso Victor Krum, até se definir como fiel escudeira de Potter. Após uma ascensão meteórica à vice chefe do Departamento de execução das Leis da Magia, agora ela está cotada para subir ainda mais no âmbito do Ministério da Magia, e também é mãe de seu filho, Hugo, e sua filha, Rosa. Será que Hermione Granger pode provar que uma bruxa pode realmente ter tudo? (Não – Olhem para o cabelo)

Depois, há os membros da Armada de Dumbledore que recebem um pouco menos de publicidade que Potter, Weasley e Granger (são ressentidos? Quase certeza). Neville Longbottom, agora um popular professor de herbologia na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, está aqui na Patagônia com sua esposa Hannah. Até recentemente, o casal morava em cima do Caldeirão Furado em Londres, mas haviam rumores de que Hannah não estava treinando apenas como curandeira, mas está aplicando seus trabalhos de mãe-de-família em Hogwarts. Fofocas sugerem que ela e seu marido querem desfrutar um pouco mais do Uísque de Fogo de Odgen do que a maioria de nós poderia esperar de pessoas que são guardiões de nossos filhos, mas, sem dúvidas, todos nós desejamos a ela uma boa sorte com suas aplicações.

Uma das últimas líderes da Armada de Dumbledore, é claro, Luna Lovegood (agora casada com Rolf Scamander, neto do célebre Magizoologista Newt). Ainda deliciosamente excêntrica, Luna foi varrendo a seção VIP com roupas compostas de bandeiras de todos os dezesseis países qualificados. Seus filhos gêmeos estão “em casa com o avô”. Seria isso um eufemismo para “muito perturbadores para serem vistos em público”? Certamente grosseiro sugerir isso.

Diversos outros membros da Armada estão aqui, mas é sob esses seis que o maior interesse está focado. Onde quer que há uma cabeça vermelha se pode fazer um palpite de que ele pertence a um Weasley, mas é difícil dizer se é Jorge (rico co-proprietário das Gemialidades Weasley), Carlinhos (criador de dragões. Ainda solteiro – por que?) ou Percy (Chefe do Departamento de Transportes Mágicos – é culpa dele que as redes de Flú estão muito ocupadas)! O único fácil de se reconhecer, é Gui, coitado, está horrível com cicatrizes de um encontro com um lobisomem que de alguma forma (Encantamento? Poção do amor? Chantagem? Sequestro?) casou-se com a inegavelmente bela (embora, sem dúvida, de cabeça vazia) Fleur Delacour.

É dito que veremos outros membros da Armada de Dumbledore no camarote na Final, somando brilho e “Razzmatazz” a uma ocasião de gala. Esperamos que o comportamento de dois dos seus mais novos parasitas não vá constrange-los, acumulando vergonha para aqueles que já trouxeram honra ao nome “bruxo”.

Alguém sempre hesita em invadir a privacidade dos jovens, mas o fato é que qualquer pessoa estreitamente relacionada a Harry Potter colhe seus benefícios e deve pagar a pena do interesse público. Sem dúvidas Potter ficará angustiado ao saber que aos dezesseis anos de idade, seu afilhado Teddy Lupin – um meio-lobisomem magro com cabelo azul brilhante – não tem se comportado de forma condizente de bruxos da realeza desde que chegou no acampamento VIP. Se pode pedir muito que o sempre ocupado Potter mantenha as rédeas apertadas sobre esse menino selvagem, que foi confiado aos seus cuidados por seus pais morrerem, mas nos estremece saber que ele será o Mestre Lupin sem intervenção urgente. Enquanto isso, o Sr e a Sra Gui Weasley podem gostar de saber que a sua bela filha Victoire parece ser atraída para qualquer canto escuro em que o Mestre Lupin parece estar à espreita. A boa notícia é que ambos parecem ter encontrado um método de respirar através dos ouvidos. Não consigo imaginar nenhuma outra razão pelos quais eles sobreviveram tais períodos prolongados, que no meu tempo de jovem, eram chamados de “amassos”.

Mas não vamos ser graves. Harry Potter e seus companheiros nunca alegaram serem perfeitos! E para aqueles que querem saber exatamente como eles são imperfeitos, a minha nova biografia: “Dumbledore Army: The Dark Side of Demob” estará disponível a partir de 31 de Julho na Floreios e borrões.

(Texto traduzido pelo site Oclumência)

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

Parceria com a Callis Editora

Oi gente, tudo bem? 🙂

O GatoQueFlutua vem apresentar a sua primeira parceria. A Callis Editora deu seu voto de confiança ao blog, que com apenas um ano amadureceu muito e busca sempre compartilhar com todos os leitores um conteúdo de qualidade.

callis editora logo

Uma das principais categorias do blog é O Gato leu, que reúne resenhas e comentários sobre as leituras que fiz. Fechar uma parceria com uma editora como a Callis me deixa muito satisfeita, pois os livros dela tem grande diversidade de assuntos e públicos. Ainda na escola, li muito dos seus livros infantis, os quais guardei até a faculdade, quando precisei abrir espaço para leituras acadêmicas.

Dei um passeio pela loja virtual e me encantei com os livros de Artes, as Biografias de pessoas que fizeram história, a beleza gráfica Infanto Juvenil e os de História e Cultura. 🙂

 Vamos conhecer um pouco mais a nossa parceira?

Com mais de 25 anos de atuação, nacional e internacionalmente, a Callis Editora se preocupa em apresentar temas relevantes para a formação do público infantil e juvenil. Seu catálogo contém diversos títulos e autores reconhecidos por prêmios como com o Selo Altamente Recomendável da FNLIJ, Prêmio Jabuti e Concurso João-de-Barro.

Entre as principais publicações destacam-se coleções nas áreas de Arte, História, Literatura e Música. O intuito da editora é propiciar ao leitor a ampliação de seus conhecimentos, o desenvolvimento de seu senso crítico e estético e maior domínio da língua. Além disso, ela espera contribuir com a valorização do repertório cultural brasileiro e com os professores, por meio do enriquecimento da aprendizagem.

Esse ano, a editora fez uma nova aposta! Trabalhar títulos voltados para o público juvenil. Para isso, ela fechou parcerias com diversos autores que prometem trazer histórias com muito romance, aventuras e descobertas.

Deu pra perceber quem vem muita coisa boa por ai, não é? Estou muito curiosa para começar as minhas novas leituras! 😀

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

Cores do Brasil em exposição na Oca

Em fevereiro eu me inscrevi em uma oficina de fotografia ministrada pelo fotógrafo Tuca Vieira. Eu já conhecia o trabalho do Tuca e tinha muito interesse em aprender com ele. O que eu não sabia era que a oficina fazia parte de um projeto maior.

Cores do Brasil - Foto Cecília Lucchesi - Belem (2)

Cores do Brasil - Foto Cecília Lucchesi - Belem (1)
Fotos: Cecília Lucchesi

Uma união multidisciplinar entre moda e responsabilidade social – esse é o projeto Cores do Brasil, que convidou o Tuca para ministrar oficinas de fotografia aos jovens de Belém, Fortaleza, Rio de Janeiro e São Paulo. As cenas do nosso cotidiano resultaram em um acervo de mais de 12 mil imagens, e alguns desses cliques viraram estampas digitais pelas mãos dos estilistas Bruno Basso e Christopher Brooke, da dupla Basso & Brooke.

Agora tudo isso poderá ser visto em uma exposição que começa amanhã (03 de julho), na Oca, em São Paulo! 😀 

A exposição Cores do Brasil tem direção dos estilistas Bruno Basso, que é brasileiro, e Christopher Brooke, inglês. Idealizada por Didi Rezende, do Estúdio Oitavo Andar, e Kalina Bourgeois, da Urban Jungle Art. A cenografia é do atelier Marko Brajovic, curadoria é de André Stolarski e a curadoria fotográfica é de Tuca Vieira.

Foto: Blog “Pronto, usei”

✚ Eu não poderei estar em São Paulo para conferir, mas agradeço muito à Didi, Kalina e Tuca pela oportunidade de participar do projeto! <3

✚ Acompanhe as ações pela fanpage Cores do Brasil.

SERVIÇO
Cores do Brasil
Local:  Oca – Parque Ibirapuera – Avenida Pedro Álvares Cabral, Portão 3 – Vila Mariana, São Paulo/SP
Visitação: 03 de julho à 02 de agosto de 2014.
Horário de funcionamento: terça à domingo, 09h às 21h.
Entrada gratuita.
Informações: (11) 3105-6118

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

Promessa em Azul e Branco destaca o cinema paraense

Livremente inspirado no conto homônimo da escritora paraense, jornalista e militante política, Eneida de Moraes (1904 -1971), o curta-metragem de ficção Promessa em Azul e Branco, de Zienhe Castro, é uma narrativa lúdica. Ele conta a história de Eneida, uma menina de oito anos que teme quebrar uma promessa de família, que a obriga a vestir somente azul e branco até os quinze anos. No único dia em que usa roupa vermelha, seu pai é preso pela ditadura militar e ela cresce com a crença de que a culpa foi sua.

Promessa em Azul e Branco filme

A jovem toma para si a responsabilidade da felicidade de todos ao seu redor, mas para a sua própria vida prefere o conforto e a segurança dos sonhos. Uma narrativa, que revela e descreve de forma simples e lúdica os conflitos e inquietudes de cada personagem e os pequenos desejos e sonhos da vida de cada um.

Sutil e singelo, o filme foi selecionado e exibido no Festival de Cannes 2013, na Mostra Short Film Corner. A ideia original era ser filmado em Belém, mas isso não ocorreu. “Acabamos realizando o filme fora daqui, em co-produção com a Novelo Filmes de Santa Catarina, por falta de recursos. Para resolver a questão das locações, criamos um clima mais intimista para o filme ter uma abordagem universal!”, contou Zienhe.

Gostou? Em Belém, o lançamento acontece nessa sexta-feira (11), às 11h, no Cinépolis Boulevard – Sala 4. Não perde e chega cedo, porque a entrada é franca! 😀

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob