Cores do Brasil em exposição na Oca

Em fevereiro eu me inscrevi em uma oficina de fotografia ministrada pelo fotógrafo Tuca Vieira. Eu já conhecia o trabalho do Tuca e tinha muito interesse em aprender com ele. O que eu não sabia era que a oficina fazia parte de um projeto maior.

Cores do Brasil - Foto Cecília Lucchesi - Belem (2)

Cores do Brasil - Foto Cecília Lucchesi - Belem (1)

Fotos: Cecília Lucchesi

Uma união multidisciplinar entre moda e responsabilidade social – esse é o projeto Cores do Brasil, que convidou o Tuca para ministrar oficinas de fotografia aos jovens de Belém, Fortaleza, Rio de Janeiro e São Paulo. As cenas do nosso cotidiano resultaram em um acervo de mais de 12 mil imagens, e alguns desses cliques viraram estampas digitais pelas mãos dos estilistas Bruno Basso e Christopher Brooke, da dupla Basso & Brooke.

Agora tudo isso poderá ser visto em uma exposição que começa amanhã (03 de julho), na Oca, em São Paulo! 😀 

A exposição Cores do Brasil tem direção dos estilistas Bruno Basso, que é brasileiro, e Christopher Brooke, inglês. Idealizada por Didi Rezende, do Estúdio Oitavo Andar, e Kalina Bourgeois, da Urban Jungle Art. A cenografia é do atelier Marko Brajovic, curadoria é de André Stolarski e a curadoria fotográfica é de Tuca Vieira.

Foto: Blog “Pronto, usei”

✚ Eu não poderei estar em São Paulo para conferir, mas agradeço muito à Didi, Kalina e Tuca pela oportunidade de participar do projeto! <3

✚ Acompanhe as ações pela fanpage Cores do Brasil.

SERVIÇO
Cores do Brasil
Local:  Oca – Parque Ibirapuera – Avenida Pedro Álvares Cabral, Portão 3 – Vila Mariana, São Paulo/SP
Visitação: 03 de julho à 02 de agosto de 2014.
Horário de funcionamento: terça à domingo, 09h às 21h.
Entrada gratuita.
Informações: (11) 3105-6118

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

Promessa em Azul e Branco destaca o cinema paraense

Livremente inspirado no conto homônimo da escritora paraense, jornalista e militante política, Eneida de Moraes (1904 -1971), o curta-metragem de ficção Promessa em Azul e Branco, de Zienhe Castro, é uma narrativa lúdica. Ele conta a história de Eneida, uma menina de oito anos que teme quebrar uma promessa de família, que a obriga a vestir somente azul e branco até os quinze anos. No único dia em que usa roupa vermelha, seu pai é preso pela ditadura militar e ela cresce com a crença de que a culpa foi sua.

Promessa em Azul e Branco filme

A jovem toma para si a responsabilidade da felicidade de todos ao seu redor, mas para a sua própria vida prefere o conforto e a segurança dos sonhos. Uma narrativa, que revela e descreve de forma simples e lúdica os conflitos e inquietudes de cada personagem e os pequenos desejos e sonhos da vida de cada um.

Sutil e singelo, o filme foi selecionado e exibido no Festival de Cannes 2013, na Mostra Short Film Corner. A ideia original era ser filmado em Belém, mas isso não ocorreu. “Acabamos realizando o filme fora daqui, em co-produção com a Novelo Filmes de Santa Catarina, por falta de recursos. Para resolver a questão das locações, criamos um clima mais intimista para o filme ter uma abordagem universal!”, contou Zienhe.

Gostou? Em Belém, o lançamento acontece nessa sexta-feira (11), às 11h, no Cinépolis Boulevard – Sala 4. Não perde e chega cedo, porque a entrada é franca! 😀

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob