Pomelo: um aplicativo de edição de fotos em nível profissional

A busca por um bom editor de fotos para o celular é uma constante para mim. Não sou muito chegada em colar figurinhas ou textos nas imagens, me preocupo mesmo é com a qualidade de saída da fotografia e a perda de características durante a edição. Em outras palavras, eu apenas quero melhorar o que a imagem já tem, sem transforma-la demais.

O VSCO Cam, queridinho de muita gente, não atendeu as minhas expectativas. Frustrada, encontrei o Pomelo enquanto baixava vários outros aplicativos pra testar e foi amor à primeira vista.

Sua interface é bem simples e lhe dá, logo na tela inicial, duas opções: Camera (câmera) e Library (galeria). Usando Camera, você pode fotografar pelo aplicativo usando os filtros na mesma hora e ainda escolhe o formato de imagem. Clicando em Library, ele abre as pastas de fotos da galeria para que você escolha qual deseja editar.

O Pomelo tem diversas opções de filtros gratuitos, salva as imagens em alta resolução e conta com botões de compartilhamento direto em redes sociais. Apesar de ser em inglês, ele é bem intuitivo. Uma vez escolhida a imagem, os filtros aparecem logo abaixo e caso você queira algum outro recurso, é só levantar a aba que está na parte de baixo. Tudo é resolvido na mesma tela.

Eu uso sempre dois tipos de edição nas minhas fotos, pois gosto de deixar o feed do Instagram bem clean e harmônico. Vejam abaixo como edito minhas fotos:

Na primeira montagem, temos exemplos de edição em preto e branco, com contraste e brilho bem marcados. Na segunda, a edição ressalta bem as cores da imagem e o contraste, além de não deixar muito amarelado,  algo que eu não gosto.

Com tantos filtros gratuitos disponíveis, as possibilidades de criação no Pomelo são inúmeras. Abaixo fiz uma seleção de outros filtros e edições para você testar também. Olha só!

Gratuito, o aplicativo Pomelo  está disponível para Android e iOS.

 Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

6 on 6 – Setembro 2016

Olha elaaaaaaaa tomando vergonha na cara e fazendo um 6 on 6 todo original com fotos feitas ainda há pouco! haha

Demorou, mas parece que entendi o jeito desse tipo de post e estou muito feliz com o resultado. Vamos ver?!

6on6_setembro_2016_GatoQueFlutua_blog_Foto_Debb_Cabral 6on6_setembro_2016_GatoQueFlutua_blog_Foto_Debb_Cabral 6on6_setembro_2016_GatoQueFlutua_blog_Foto_Debb_Cabral 6on6_setembro_2016_GatoQueFlutua_blog_Foto_Debb_Cabral 6on6_setembro_2016_GatoQueFlutua_blog_Foto_Debb_Cabral 6on6_setembro_2016_GatoQueFlutua_blog_Foto_Debb_Cabral

01. Relógio fofo da minha irmã que deu o start para essa sessão de fotos, dai veio o tom que dá unidade a todo o conjunto. Esse relógio está sem bateria, mas não deixa de encantar. Até postei uma foto parecida com essa no meu Instagram esses dias.

02. Batons da Quem disse, Berenice? que é a minha marca favorita de maquiagem. Todos os batons já estão chegando no fim, de tanto que são amados. Essas cores são: Violita, Vermelecho e Nudelina. São cremosos, mas não escorrem ou ficam pegajosos. Amo demais!

03. Meu Maneki Neko, tradicional do Japão e conhecido como Gato da Sorte ou Gato do Dinheiro. O meu tem a pata direita levantada, o que significa que ele atrai dinheiro. Esse eu ganhei de presente de aniversário tem uns anos e ainda estou esperando o dinheiro chegar, rs.

04. Se existe um passatempo em que eu seja realmente viciada, ele se chama Sudoku. Sério, eu fico muito feliz quando a Coquetel manda aqui pra casa uma revistinha que seja dele, é demais! É estimulante e desafiador. Muita gente tem preconceito e acha que é muito difícil, mas não é não. Experimente!

05. Não é novidade pra ninguém que a Netflix é a melhor coisa dos últimos tempos, não é mesmo? Ter na palma da mão um catalogo de séries e filmes incríveis é um sonho.

06. Essa é a minha TBR de setembro. Eu já comecei a ler dois desses livros e em breve tem resenha aqui no blog!

PS: Notem o lado direito involuntário sempre em destaque em todas as fotos, rs.

Espero que tenham gostado! 🙂

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

6 on 6 – Agosto 2016

Acho que o post mais difícil que tenho que fazer é sempre o 6 on 6. Não sei o motivo, mas ele sempre sai em cima da hora ou, nesse caso, atrasado.

Ontem o dia foi corrido e eu não consegui fotografar nada para mostrar pra vocês, ai tive a ideia de revirar o meu arquivo em busca de imagens já feitas. Tratei todas em preto e branco e gostei do resultado. Foi tudo muito corrido, mas gostei da ideia de ter que rever as imagens que deixo guardadas nas pastas do meu computador.

Sem Titulo_Foto_Debb_Cabral Sem Titulo_Foto_Debb_Cabral Sem Titulo_Foto_Debb_CabralSem Titulo_Foto_Debb_CabralSem Titulo_Foto_Debb_Cabral Sem Titulo_Foto_Debb_Cabral

  1. Essa é a vista da janela do quarto da minha mãe, gostei do efeito que ficou com o vidro dela fechado.
  2. Essa talvez seja a imagem mais antiga da postagem, mas é só do ano passado. Foi feita no porto durante uma viagem até Vila do Conde.
  3. Errei, essa é a imagem mais antiga da seleção. É de uns meses antes da anterior, tirada da janela da Galeria Fidanza, no Museu de Arte Sacra, olhando para a Igreja da Sé.
  4. Essa é a pontinha do Espaço Cultural Casa das Onze Janelas, lugar que abriga o museu de arte contemporânea de Belém, o qual está ameaçado em virtude de uma decisão arbitraria do Governo do Estado que decidiu desapropriar o espaço e tirar o museu da Casa dele. Os artistas e a comunidade criaram um movimento em defesa do museu.
  5. Ainda tem outra perda caso o museu seja tirado da Casa para dar lugar ao Pólo de Gastronomia. Belém perderá o Corveta Museu Solimões, o primeiro navio-museu da região Norte. Ele fica atracado no píer das Onze Janelas e teria que ceder o lugar para o barco-cozinha do projeto.
  6. Pra finalizar outra foto da janela do quarto da minha mãe, desta vez com ela um pouco aberta.

Espero que tenham gostado! 🙂

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

#DesafioPrimeira – um exercício de criatividade fotográfica

Já faz algum tempo que acompanho a Luh Testoni e seu blog, o Primeira à esquerda,  além de ser completamente apaixonada pelo #30daysoftoys, um projeto fotográfico dela com toy arts.

Ela também é criadora do #desafioprimeira, que é um exercício de criatividade no Instagram. A ideia é fazer uma foto por dia de um tema que foi previamente escolhido. Todo final de mês a Luh divulga, no perfil dela, a lista dos temas do mês seguinte. É interessante rastrear, a partir da hashtag, os diferentes tipos de fotos que podem surgir de um único tema.

Tem um post ensinando como participar, além do vídeo abaixo:

Apesar de ser fotógrafa, o Instagram era um rede que eu pouco usava e não tinha muita afinidade. Eu mais consumia do que produzia.

Sempre achei muito interessantes esse projetos fotográficos, mas nunca tinha participado de nenhum. Como saio pouco de casa, pensava que não conseguiria ter uma foto diferente todo dia. Achava que ficaria repetitiva.

Uma das minhas metas para 2016 é fotografar mais e por isso decidi participar do #desafioprimeira. Peguei o barco andando e comecei logo do dia 04, mas segui adiante. Minha casa se tornou meu cenário. Como cada dia tem um tema, eu começava a pensar com antecedência no que poderia servir e como fazer. Tem dias que são fáceis, mas tem outros em que tenho que pensar muito para realizar a foto.

Dá uma olhada no meu Instagram e nas fotos que já produzi!

Desafio primeira - Fotos - Debb Cabral

Temas: 12 – Fogo, 11 – Brincadeira, 10 – Começa com L, 09 – Da janela, 08 – Fotografando, 07 – Tema livre, 06 – Figurino de verão, 05 – Óculos e 04 – Pés.

O #desafioprimeira, me lembrou que a fotografia é um exercício do olhar. Não é um concurso de quem faz a foto mais bonita. É observar o mundo ao seu redor e extrair o melhor disso.

Viciei e não pretendo parar. Obrigada Luh pelo estímulo e quem venham muito mais fotografias!

Me segue no Instagram e vem participar você também!

Vlog: Trasladação, fotografia, bad e bar

O Círio de Nazaré é a maior procissão católica do Brasil e acontece sempre no segundo domingo de outubro em Belém do Pará.

Outubro é um mês dedicado a tudo o que envolve a festa mariana. No primeiro vlog do GatoQueFlutua, eu tentei documentar como que é fotografar a Trasladação, uma romaria noturna que percorre o sentindo inverso ao trajeto do Círio de Nazaré.

Mesmo para alguém que já está acostumado a isso, sempre há novidades pelo caminho. Eu e meus amigos fotografamos juntos desde 2011 e mesmo com toda a vontade de fazer algo, fomos ficando desmotivados no meio do caminho. Depois de todos esses anos, fazer algo novo é sempre um desafio.

Às vezes nem sempre “missão dada é missão cumprida”. No nosso caso não foi. Ficamos desanimados e fizemos poucas fotos. Faltou inspiração, mas ainda bem que não faltou bom humor.

Reencontrar os amigos é sempre bom, no nosso caso nunca tinhamos saído e terminado a noite assim. Acho que serve para fazermos uma avaliação e, assim, descobrir o que realmente nos inspira.

Feliz Círio para todos! 🙂