Eu não quero ter filhos

Que forte, não? Mas acho melhor ser bem direta.

Devem haver muitas garotas como eu que já chegaram a essa conclusão, porém não a expressaram.

Decidi há muito que a maternidade não era algo para mim. Não fui criada com crianças por perto e muito menos bebês. Apesar de ser a filha mais velha, a diferença de idade de mim para a minha irmã caçula é só de quatro anos.

Todas as amigas do meu “grupinho” do ensino médio já são mães, tenho primas e colegas que já tem filhos também.

Você pode me dizer que está cedo pra pensar nisso, afinal tenho só 23 anos, ainda tenho muito o que viver antes disso. Eu concordo. Só que ter metas e objetivos sempre fez parte da minha vida, e ser mãe nunca foi um deles.

Não tenho habilidade e nem interesse mesmo.

maleficent-gif-aurora

Pode soar cruel, mas não sou dessas que esconde o que pensa por causa de julgamentos alheios.

A vida é minha, o corpo é meu, a decisão é minha. Biologicamente fui feita para reproduzir, para perpetuar a espécie, mas eu não quero.

Em nenhum cenário que imagino do meu futuro vejo um filho incluso, nem no melhor e nem no pior. Um filho requer uma atenção que eu não estou disposta a dar. Pode parecer egoísta, mas acho que egoísmo mesmo é colocar uma criança no mundo e não dar a ela o cuidado e a atenção que ela merece. E isso acontece tanto por ai…

Existe a pressão familiar, dos pais que querem ser avós. Quando alguém se casa perguntam logo sobre filhos, a lua de mel ainda nem rolou e já querem um bebê a caminho. Me pergunto se serão essas pessoas que terão que abdicar de muitas coisas para criar um ser humano. Claro que não. E depois eu sou a bruxa da história…

e6cd3dd4ac4e7e47fd072f8b0a464e31

Minha opinião pode mudar daqui há alguns anos? Claro que pode. Somos essas metamorfoses ambulantes, não é mesmo? Mas eu já tenho esse pensamento há muito tempo. Não digo que será impossível a mudança, mas é altamente improvável.

Ter filhos é pessoal e a escolha é algo íntimo, ninguém deve ficar palpitando. Cada um sabe o que quer para si. Eu quero independência, conforto e tranquilidade; mas também quero poder viajar sem ter que correr para voltar, me dedicar a projetos sem me preocupar com a hora e viver tendo a consciência de que a única vida que tenho que zelar é a minha própria.

Ser mãe exige algo que eu não estou disposta a dar. Isso não faz de mim uma pessoa ruim? Claro que não.

8 comentários Adicione o seu
  1. Certíssima, Debb. Viva a liberadade de escolha! Muita gente por aí tem uma opinião de que as mulheres nasceram para ser mães, mas felizmente hoje nossas atribuições vão muuuito além isso, né? Fico feliz de você ter segurança na sua decisão! 🙂

    1. Oi Luísa!
      É exatamente isso que falou, nós somos além disso. Não é necessário um filho para nos validar como mulheres, temos tantas coisas para realizar nessa vida.
      Cada uma tem o direito de escolher o que é melhor para si.

      Beijão!

  2. Nossa, penso igualzinho e já tinha programado pra ser o assunto de um dos meus próximos vídeos. Mas é isso, cada um tem o direito de fazer o que acha melhor pra si mesmo e ninguém tem que ficar interferindo nas decisões dos outros, ainda mais quando é uma decisão que muda totalmente a vida de outra pessoa.

    1. Quero ver esse vídeo Lívia! Vou esperar por ele!
      Não dá pra encarar a maternidade como algo que se faça de qualquer jeito. É criar um ser humano, um indivíduo com caráter, um cidadão. Isso não é algo fácil.

      É a mulher que decide ser quer encarar essa missão, ninguém pode pressiona-la.

      Beijão!

  3. te entendo totalmente! eu quero ter filhos, em um futuro onde eu serei mais madura, mais independente e um futuro onde terei condições de criar meus filhos com as coisas as quais acho boas.
    Eu acho super normal quando as pessoas decidem que não querem ter filhos, respeito a opinião e acho que cada um é feliz a sua maneira :)))
    beijinho, e isso aí, não tenha medo de se expressar 😉

    1. Letícia, você está certissima!
      Deve viver e realizar tudo aquilo que deseja e depois, quando tiver seus filhos, vai ser uma mãe melhor, mais sábia, sem mágoas e apaixonada por essa tarefa.
      Cada um sabe o que é melhor para si. A escolha tem que ser sempre nossa!

      Obrigada!
      Beijão!

Comente!