O Gato leu: Aristóteles e Dante descobrem os segredos do Universo

Aristóteles e Dante descobrem os segredos do Universo – Benjamin Alire Sáenz
Editora: Seguinte
Ano: 2014
Páginas: 390
Compre: Amazon | Submarino | Americanas | Livraria da Travessa | Cultura | Saraiva

Aristóteles e Dante descobrem os segredos do Universo é um livro bem diferente do que eu tinha imaginado. Eu nunca tinha lido sequer a sinopse dele, então tudo pra mim foi uma surpresa.

Blog_GatoQueFlutua_Foto_Debb_Cabral

Na trama, Aristóteles, ou Ari, para os íntimos, é um rapaz muito solitário, calado e cheio de dúvidas. Ele conhece Dante, que é exatamente o oposto dele, confiante, falador e apaixonado por arte. Por mais que Ari diga a si mesmo que a ligação que eles tem não é algo tão forte, mesmo assim a amizade nasce. Ari construiu barreiras em volta de si, e só o jeito único de Dante será capaz de fazer o garoto romper com elas.

Ele tinha quinze anos. Quem era aquele cara? Parecia meio frágil, mas não era. Era disciplinado, rígido e inteligente; e não fingia ser burro ou comum. Não era nenhum nem outro. (Pág.28)

Expressar seus sentimentos é algo novo para Ari, que tem uma irmão mais velho na prisão, o qual é tido como assunto tabu em sua família. O pai de Ari é como ele, o sr. Mendonza foi para a guerra, e quando retornou, ela o acompanhou até em casa.

Quando meu pai viu o que eu estava lendo, me contou que era um de seus livros prediletos. Tive vontade de perguntar se ele tinha lido antes ou depois do Vietnã. Mas não adiantava fazer perguntas ao meu pai. Ele nunca respondia. (Pág. 29)

Dante é filho de uma família que distribui afetos e se preocupa em compartilhar as experiências entre si. Aquilo é muito estranho para Ari. Ainda assim algo os uni, mais forte do que ambos imaginam. Juntos eles dividem sonhos e frustrações, questionam quem são e o que irão ser. Durante esse percurso vão buscando respostas para aqueles que seriam os maiores segredos do Universo, aqueles sobre si mesmos.

Dante, que adorava beijar cães, que adorava beijar os pais, que adorava beijar rapazes, que adorava até beijar garotas. Talvez beijar fizesse parte da condição humana. Talvez eu não fosse humano. Talvez eu não fizesse parte da ordem natural das coisas. (Pág. 326)

Aristóteles e Dante descobrem os segredos do Universo é uma história sobre família, preconceito, amor e amizade.

Vele a pena conferir. 🙂

 Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

2 comentários Adicione o seu

Comente!