O Gato viu: Ensaio sobre a Cegueira

Eu já devia ter postado essa resenha há muito tempo… deveria ter visto esse filme há muito tempo…blindness-2Ensaio sobre a Cegueira, é um filme que conta a história de uma epidemia de cegueira desconhecida, e que se abate sobre uma cidade não identificada. Ele é chamada de “cegueira branca”, pois as pessoas infectadas passam a ver apenas uma superfície com aspecto leitoso.

Os afetados pela epidemia são colocados em quarentena. O médico (Mark Ruffalo) fica cego e sua esposa (Julianne Moore) o acompanha na quarentena, incrivelmente ela é a única pessoa que não é afetada. Ela faz de tudo para esconder sua vantagem, apesar de fazer o possível para ajudar a todos.07_mhg_cult_blindness03 blindness-king-of-ward-3blind2Aos poucos, todos acabam cegos. Quando os serviços do Estado falham, vemos o homem em sua forma mais primitiva. A convivência se torna difícil e a comida, escassa. O autointitulado “Rei da Ala 3” (Gael Garcia Bernal), decide tomar conta de todos os últimos alimentos recebidos pelos pacientes. Ele cobra pela comida.

Quando ninguém mais tem condições de pagar para comer, são pedidos outros favores em troca. Nesse momento, a mulher do médico percebe que tem que tomar uma atitude para assegurar a segurança e sobrevivência daqueles que ela tanto cuidou.

Em Ensaio sobre a Cegueira, a doença é só o pano de fundo para as questões sociais abordadas. Como ser humano, me senti profundamente afetada com o que vi. O estômago revirou, sorri, chorei, fiquei com vontade de vomitar. É o horror do selvagem, mas tem que ser visto e debatido.

Dirigido por Fernando Meirelles, Ensaio sobre a Cegueira mostra como a privação pode revelar quem somos, tanto para o bem quanto para o mal, e isso está profundamente marcado no altruísmo da esposa do médico e no anarquismo egoísta do Rei da Ala 3.

Baseado na história homônima de José Saramago, o filme conta também com a participação da brasileira Alice Braga e de Danny Glover.

Desafiador, visceral e com atuações impecáveis.

Veja o trailer!

Quando li Saramago pela primeira vez, não rolou. Eu era muito nova e não consegui entender e absorver aquilo. Tanto que tenho um certo trauma e acabei não lendo mais nada dele (Um crime! Não façam isso!). Mas esse filme foi o estalo que faltava para me espertar e mudar tudo isso. Se a adaptação já é incrível, a obra original deve ser muito melhor.

Não deixem de ver, gente. É serio!

Comente!