O Gato leu: Pavor Espaciar, de Gustavo Duarte

Pavor Espaciar – Gustavo Duarte
Editora: Panini
Ano: 2013
Páginas: 84
Compre: Amazon

O Maurício de Souza é brilhante e de bom coração, por isso acaba sempre agregando pessoas, mesmo que não sejam de sangue, para contar suas historias. É o caso do Gustavo Duarte. Na graphic novel  Pavor Espaciar, o artista “reinterpreta os personagens de Maurício de Souza mesclando perigo, aventura, suspense e humor.”

PAVOR-ESPACIAR-RESENHA-GATOQUEFLUTUA-FOTO-DEBB-CABRAL

Chico Bento é um dos meus personagens preferidos da famosa Turma da Mônica. Mais do que um menino caipira, ele sempre foi questionador. Ao longo dos anos viu a mudança, o “desenvolvimento” e a relação do homem com a modernidade.

Pavor Espaciar é linda de ver. Gustavo, que é formado em design gráfico, consegue contar uma história praticamente sem texto. As imagens são o centro de tudo, claras e objetivas. O artista se aproveita de recursos como fundo com total preenchimento de cor e  o uso das áreas “vazias” da imagem.

Pavor Espaciar
Pavor Espaciar
Pavor Espaciar

Os olhos do leitor vão direto para o que realmente interessa: as expressões; as caras e bocas arregaçadas de “Pavor”; ou as influências da cultura pop e de teorias sobre ETs que estão como mensagens subliminares na historia.

E se já não bastava tudo isso, no final de Pavor Espaciar somos brindados com processo criativo do Gustavo, a história do Chico Bento e a biografia do artista. Isso é importante para percebermos o tanto que um projeto como o das Graphics MSP é amplo.

E aí, curtiram? 😀

Pra quem não sabe as outras Graphic Novels MSP são: Astrounauta – Magnetar (Danilo Beyruth); Turma da Mônica – Laços (Vitor e Lu Cafaggi) e Piteco – Ingá ( Shiko), que foi a ultima a ser lançada. Agora, vamos aguardar novidades! 🙂

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

3 comentários Adicione o seu
  1. O desenho de Gustavo Duarte é maravilhoso, como sempre. A novidade fica por conta da cor. Faltou, no entanto, um melhor desenvolvimento no roteiro, que se perde em correrias e citações para aficcionados em ufologia. Não ficamos sabendo qual a intenção dos alienígenas e o final decepciona. Gustavo Duarte fica aquém do que sabe fazer. Pra ler como passatempo e só.

    1. Bacana seu comentário, Tim.
      Essa sua observação quanto a intenção dos alienígenas é verdadeira, ficamos sem saber o que eles vieram fazer.
      Mas vai entender esses ETs, a gente nunca sabe de nada deles… 😛

      Abração!
      Debb

Comente!