O Gato viu: O Hobbit – A Desolação de Smaug

Ontem fui assistir O Hobbit – A Desolação de Smaug! Defendi o TCC, tirei Excelente e fui comemorar com o Bilbo, Gandalf e os anões.

Ficou evidente a diferença do primeiro para este segundo filme, a narrativa mudou bastante. Smaug é o melhor dragão dos últimos tempos. Benedict Cumberbatch deu a voz e a vida a Smaug, ele incorporou a ira e o ego do dragão. O resultado foi perfeito.

Novos personagens apareceram, com destaque para Legolas (que não faz parte do livro), a elfa Tauriel (que foi criada exclusivamente para adaptação), e o barqueiro Bard. Este  ajuda a comitiva a fugir do reino de Thranduil (pai de Legolas) e dos orcs que estão em perseguição. O homem será de grande valia no confronto com Smaug.

Tauriel é responsável pela defesa do reino de Thranduil e Legolas se afeiçoa muito à ela. As cenas de ação dos elfos são graficamente similares aos games que temos hoje. Senti falta de mais efeitos práticos e menos efeitos especiais. A trilogia do Senhor dos Anéis conseguiu balancear isso tão bem, mas o mesmo não ocorreu na adaptação de O Hobbit.

Outro ponto de destaque é atuação de Martin Freeman, que faz o Bilbo. Seus trejeitos o tornam singular. Além disso, é evidente a força que o Anel exerce sobre ele, a ponto de fazê-lo saltar enlouquecido para matar uma aranha e recupera-lo. “É meu!”, ele fala como que em transe.

Esse filme nos deixa curiosos para ver como Peter Jackson irá encerrar a trama, após tantas mudanças. O final desse segundo filme é inesperado e repentino. Pra quem é fã de J.R.R. Tolkien será uma longa espera até o próximo filme, previsto para ser lançado no fim de 2014

Siga nas redes sociais!

Facebook  ✚ Instagram ✚ Twitter ✚ Google +  ✚ Pinterest ✚ Youtube ✚ Skoob

2 comentários sobre “O Gato viu: O Hobbit – A Desolação de Smaug

  1. Taurelen disse:

    Eu já vi o filme, em 3D ficou fantástico! Senti falta de algumas coisas, mas ficou muito legal! Esse romance entre a Tauriel e o Kíli, não me agradou muito, mas também não arruinou o filme como muitas fãs ciumentas acharam hehehe. Mas falando sério, anão e elfo é um cruzamento bem estranho!
    Acho que o começo foi muito corrido, mas cheio de ação!

    • Debb Cabral disse:

      Oi Taurelen, bacana seu comentário!
      O romance vem por conta da adaptação, coisas que funcionam no livro não funcionam no cinema e vice-versa. São duas mídias diferente, né?
      Realmente o começo foi mais corrido, eles poderiam ter diluído um pouco disso na metade do filme que ficou meio parada…
      Vamos esperar pelo gram finale!

      Abração!

Comente!